Entenda os benefícios de uma rede VPN

14/08/2018

Com a crescente virtualização de serviços, passamos cada vez mais tempo conectados e trocando informações por meios digitais. Seja em casa, no trabalho ou nos momentos de lazer, há sempre informações sendo compartilhadas. Nesse contexto, crescem também os riscos relacionados a essa troca de informações, o que faz surgir a necessidade de recursos de proteção, como é o caso da rede VPN (Virtual Private Network).

O desafio é grande, tanto que, de acordo com um relatório anual da Netscout Arbor, em 2017, as empresas sofreram uma média de 30 ataques de negação de serviços por hora no Brasil — já somos o quinto país com maior incidência desse tipo de fraude.

Na mesma medida em que a tecnologia evolui, a chamada “indústria hacker” se aprimora, promove prejuízos que colocam a saúde financeira das empresas em perigo e, ao mesmo tempo, oferece riscos aos consumidores.

Pessoas mal-intencionadas tentam, a todo tempo, ter acesso a dados privados, sejam de usuários comuns ou de empresas, com o intuito de tirar proveito disso. Em contrapartida, já existem recursos que podem dificultar muito esse tipo de ação, como a já citada rede VPN.

Contudo, muitos empresários desconhecem essas soluções ou ainda têm muitas dúvidas a seu respeito. Por isso, pensando em ajudar, neste post, vamos levantar e responder alguns questionamentos para que você compreenda melhor o que é, por que e como utilizar uma rede VPN. Continue lendo e confira!

Rede VPN: afinal, o que é?

De forma simples, podemos conceituar uma rede VPN (Virtual Private Network) como sendo uma rede privada, mas que é construída sobre a infraestrutura de uma rede pública, como é o caso da internet.

Estamos falando de uma tecnologia que cria conexões seguras e criptografadas em uma rede menos segura, como é o caso da internet.

A tecnologia VPN, portanto, foi desenvolvida para permitir que usuários remotos (em filiais, parceiros de negócios etc.) acessem aplicações corporativas e outros tipos de recursos de TI de uma maneira mais segura. Para que a segurança da informação seja garantida, os dados trafegam por meio de “túneis” seguros, e os usuários utilizam métodos de autenticação (códigos, senhas, tokens e uma variedade de outras formas únicas de identificação).

Numa abordagem mais técnica, uma rede do tipo VPN opera com vários protocolos diferentes. Entre eles, destacam-se:

  • IPsec (Segurança IP);
  • Protocolo de tunelamento ponto a ponto (PPTP);
  • SSL (Secure Sockets Layer) e TLS (Transport Layer Security);
  • OpenVPN;
  • L2TP (Protocolo de encapsulamento da camada 2).

Para facilitar o entendimento, imagine a seguinte situação: uma empresa possui duas filiais em uma mesma cidade e necessita que elas estejam conectadas em rede de forma segura. Entretanto, é inviável para essa empresa passar um cabo de rede entre elas, devido à distância que as separa.

Assim, uma alternativa é utilizar um serviço de VPN, que utilizará uma rede pública já existente — a internet —, criando uma espécie de “túnel”. Nesse túnel, as informações trocadas estão seguras e livres de ameaças cibernéticas.

Como funcionam os protocolos pelos quais uma VPN pode ser implantada?

Como já citamos, existem diversos protocolos de implantação de uma VPN. Todos eles visam fornecer a criptografia adequada para proteger os dados que circulam, tornando a comunicação mais segura e confiável.

Confira, a seguir, um detalhamento maior das funcionalidades e vantagens desses protocolos:

IPSec (Internet Protocol Security)

O IPSec oferece uma transferência segura de dados por meio de rede IP pública ou privada. Basicamente, o que acontece nesse protocolo é que ele pega um pacote IP privado, faz as funções de criptografia, autenticação e integridade e, em seguida, encapsula esses pacotes protegidos em outros pacotes IP para serem transmitidos.

PPTP (Point-to-Point Tunneling Protocol)

PPTP é um protocolo de rede VPN bastante utilizado e suportado por grande parte dos dispositivos atuais. Ele é mais rápido que outros tipos de protocolos e também é mais facilmente configurado.

L2TP (Layer 2 Tunnelling Protocol)

L2TP é uma opção de maior segurança, pois trabalha em conjunto com o protocolo IPSec, que utiliza criptografias mais seguras do que o PPTP.

O L2TP tem algumas vantagens em relação ao PPTP, proporcionando a integridade de dados e autenticação da origem, que impede que terceiros sejam capazes de interceptar os dados que são enviados. Contudo, é um padrão mais lento do que o PPTP.

SSL (Secure Socket Layer)

O SSL permite a conexão de serviços de HTTP via internet de maneira segura, utilizando criptografia dos dados, autenticação de servidor e integridade de mensagens na conexão TCP/IP.

Nesse tipo de conexão, o cliente e o servidor estipulam o nível de segurança a ser utilizado na comunicação e completam os demais requisitos necessários à autenticação da conexão. Em seguida, o protocolo executa a criptografia e decriptografia dos pacotes de mensagens que são transmitidos na rede.

Com o SSL, cada aplicação é protegida de forma independente, diferentemente do IPSec, que funciona isolado da aplicação. Além disso, esse protocolo permite que a sessão possa ser iniciada por meio do navegador, o que torna a utilização mais simplificada.

Afinal, por que utilizar uma rede VPN?

A principal vantagem da utilização de uma rede VPN segura é a garantia do nível adequado de segurança às aplicações conectadas quando a infra de rede não tem capacidade para fornecê-la por conta própria.

Há também a questão do custo-benefício. Em vez de implementar uma rede privada, que pode ser tecnicamente complexa, além de cara para muitas organizações, as empresas que controlam estrategicamente os custos totais dos investimentos em TI tendem a optar pela tecnologia VPN.

Ou seja, quando se opta por contratar um serviço de VPN, objetiva-se, primordialmente, a privacidade e segurança das informações que trafegam por ela. Desse modo, empresas e usuários comuns poderiam trocar informações pela rede sem o risco de ser interceptados por terceiros.

Tais características representam um ganho muito grande, principalmente para as companhias, que podem expandir suas atividades e comunicações sem risco de comprometer a segurança dos seus dados — uma medida que, invariavelmente, influenciará positivamente na produtividade.

Outro ponto que merece ser mencionado é que toda rede VPN faz uso de criptografia (conjunto de técnicas e práticas de cifragem da escrita para torná-la ilegível aos usuários não autorizados). Dessa forma, mesmo que alguém consiga interceptar as informações, não poderá ter acesso ao seu conteúdo.

Que benefícios a utilização da rede VPN pode oferecer aos negócios?

Como você já deve ter percebido, a utilização de uma rede VPN pode trazer uma série de benefícios técnicos, sobretudo no quesito “segurança dos dados”, mas há vantagens também no nível estratégico dos negócios, dos quais podemos citar o aumento na flexibilidade e na produtividade, já que possibilita uma maior integração entre locais e funcionários, que podem conectar-se de forma segura.

Confira, agora, um detalhamento mais aprofundado das vantagens dessa tecnologia para as empresas:

Redução de custos

Uma rede VPN pode ajudar a economizar dinheiro em várias situações:

  • eliminação da necessidade de aluguel de caras linhas de longa distância;
  • redução de tarifas telefônicas de longa distância;
  • diminuição de gastos com suporte.

Entenda:

VPNs versus linhas alugadas

As organizações, historicamente, precisavam alugar capacidade de rede, como linhas T1, para obter conectividade total e segura entre seus escritórios.

Com uma VPN, você usa a infraestrutura de rede pública para fazer essas conexões e acessar essa rede virtual por meio de linhas locais alugadas muito mais baratas ou até mesmo conexões de banda larga com um ISP (Internet Service Provider) próximo.

Tarifas telefônicas de longa distância

Uma rede VPN também pode substituir servidores de acesso remoto e conexões de rede dial-up de longa distância comumente usadas no passado por profissionais que viajavam a negócios e que precisavam acessar a intranet de sua empresa.

Por exemplo, com uma VPN de internet, os clientes só precisam se conectar ao ponto de acesso do provedor de serviços mais próximo, que geralmente é local.

Custos de suporte

Com VPNs, o custo de manutenção de servidores tende a ser menor do que outras abordagens, porque as organizações podem terceirizar o suporte necessário de provedores de serviços terceirizados. Esses provedores desfrutam de uma estrutura de custo muito menor, pois atuam com economia de escala — atendem a muitos clientes empresariais ao mesmo tempo.

Segurança de dados

Essa é uma das principais vantagens da rede VPN. Como já dito, a criptografia é utilizada nos diferentes protocolos de redes VPN. Isso faz com que a navegação se torne mais segura e confiável.

Segurança em acessos remotos

Na prática, com os funcionários usando um serviço de VPN, a conexão com a internet será protegida por uma camada de criptografia forte. Embora a defesa contra malware e vírus exija ferramentas diferentes, uma VPN protegerá os dados confidenciais contra exploração por hackers.

Isso é especialmente relevante se a empresa possui tem que trabalha remotamente ou viaja muito e usa redes não confiáveis. Verificar o e-mail em uma lanchonete ou usar o Wi-Fi do telefone em um aeroporto pode colocá-lo em risco, portanto, criptografar as comunicações é essencial.

Segurança para clientes

Oferecer Wi-Fi gratuito aos clientes é uma prática cada vez mais recorrente no mundo corporativo. Logo, é muito importante monitorar a segurança da rede, para evitar as armadilhas públicas de Wi-Fi.

A melhor maneira de fazer isso é usar um serviço de VPN para proteger o roteador e criptografar as comunicações dos clientes. Em suma, essa é uma ótima maneira de ganhar confiança e valorização dos clientes.

Privacidade

A VPN assegura que todos os dados que circulam por ela não sejam acessados por quem não tem permissão. Assim, independentemente do conteúdo das informações, a privacidade será sempre garantida.

Por fim, existem muitos motivos que levam empresas e usuários comuns a utilizar uma rede VPN, como vimos destacando ao longo deste artigo. Desse modo, as VPNs têm facilitado de forma significativa a comunicação, proporcionando uma conexão extremamente confiável e, também, eliminando uma das maiores preocupações de uma empresa: o risco à segurança.

Flexibilidade

Poucos produtos de segurança de TI são tão versáteis como as redes do tipo VPN. Elas são capazes de proteger comunicações de rede ou móveis, bem como gerenciar a conectividade de ambientes híbridos complexos executados em vários sistemas operacionais.

Além disso, as VPNs também são extremamente escaláveis. Uma startup que precise apenas de serviços básicos de VPN não terá de gastar mais de 1 mil reais por ano. No entanto, à medida que a empresa cresce e seus funcionários se tornam mais dispersos geograficamente, a maioria das soluções profissionais de software de VPN é prontamente escalável para atender aos mais exigentes ambientes de TI.

Escalabilidade

O custo de construir uma rede privada dedicada pode ser razoável no início, mas aumenta exponencialmente à medida que a organização cresce. Uma empresa com duas filiais, por exemplo, pode implementar apenas uma linha dedicada para conectar os dois locais, mas quatro filiais precisam de seis linhas para conectá-las umas às outras; seis filiais precisam de quinze linhas e assim por diante.

Já as redes VPN baseadas na internet evitam esse problema de escalabilidade simplesmente tocando em linhas públicas e capacidade de rede prontamente disponível. Particularmente para locais remotos e internacionais, uma VPN de internet oferece alcance e qualidade de serviço superiores.

Agilidade

Ter esse tipo de rede significa poder desenvolver as atividades da empresa, bem como a sua comunicação, de uma forma totalmente segura.

Desse modo, há uma melhora na agilidade, principalmente para aquelas empresas que têm diversas filiais e que necessitam integrar todas elas. A VPN possibilita o gerenciamento e operação de maneira remota, ágil e segura.

Sua empresa está preparada para aproveitar as vantagens de uma rede VPN?

A demanda por serviços de VPN tem crescido constantemente ao longo dos anos, devido ao aumento do uso da internet e ao crescente número de ameaças online. A importância da segurança e privacidade de dados para empresas e indivíduos provavelmente continuará aumentando no futuro.

Enquanto isso, os provedores de VPN continuarão tornando seus produtos mais fáceis de usar e mais acessíveis para usuários que não são necessariamente especialistas em tecnologia e não querem se aprofundar nas complexidades dos protocolos de criptografia, por exemplo.

Contudo, para a implementação dessa tecnologia, é necessário certo conhecimento a respeito de TI, já que o seu funcionamento é bastante complexo. Daí a importância de buscar fornecedores experientes e comprometidos com os resultados de seus clientes.

em: Sem categoria

Deixe seu comentário